Marketing Jurídico digital o guia completo

Marketing Jurídico digital: o guia completo

Você já ouviu falar no marketing jurídico digital?

Segundo informações obtidas do site da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB), temos um quantitativo de 1.364.334 advogados pelo Brasil.

Um quantitativo bastante expressivo e que implica, automaticamente, na elevada concorrência no meio advocatício.

Em virtude disso, o advogado precisa buscar se destacar, apresentando diferenciais competitivos.

Assim, te apresentamos o meio mais eficaz de transformar a realidade de seu escritório, em 2022: o marketing jurídico digital. Venha conosco e conheça mais sobre ele!

  • O que é Marketing Jurídico?
  • A OAB permite que o advogado trabalhe o Marketing?
  • Importância do marketing para o advogado
  • Conheça algumas ferramentas para auxiliar no seu Marketing Jurídico
  • Veja a melhor forma de captar clientes no Marketing Jurídico
  • Erros mais comuns no Marketing Jurídico
  • Quais as melhores redes sociais para advogados?
  • Conclusão

O que é Marketing Jurídico (1)

O que é Marketing Jurídico?

Ao falar em marketing jurídico digital estamos nos referindo a uma série de estratégias e ações, voltadas para advogados e a promoção de seu escritório de advocacia.

É justamente através do marketing jurídico que o advogado pode divulgar sua marca, aumentando a autoridade do escritório perante a sociedade.

O marketing jurídico tem ainda um papel fundamental na fidelização e prospecção de clientes. Ou seja, seja para tornar clientes em clientes fiéis, seja para atrair novos clientes ao escritório.

Marketing digital é o grande campo que engloba todas as ações de publicidade e divulgação no meio virtual, de qualquer área e profissão.

A partir daí, temos as subdivisões, a exemplo do marketing jurídico.

Com toda certeza, o crescimento no número de pessoas que utilizam a Internet e estão presentes nas redes sociais, aumentou o interesse de empresas para estarem nesses meios.

Dependendo do tamanho da empresa, público-alvo, objetivos envolvidos, as estratégias e ações de Marketing são modificadas.

 

A OAB permite que o advogado trabalhe o Marketing?

Sim!

Não existe qualquer tipo de proibição a que advogados façam a publicidade de seu escritório de advocacia. O que existe são algumas regras e limitações.

Recomendamos a leitura do nosso artigo “Publicidade na advocacia? Conheça as regras!

A publicidade na advocacia é especialmente abordada no Código de Ética e Disciplina da OAB.

O que ele diz, de forma bem explicita, é que essa publicidade precisa ter caráter informativo. Ou seja, deve ser voltada para informar e educar outras pessoas.

Além disso, um ponto muito importante é sempre prezar pela discrição e sobriedade.

A captação de clientes, assim como a mercantilização da advocacia, são terminantemente proibidas.

Isso significa que, desde que utilizado de forma adequada e discreta, o advogado pode explorar qualquer tipo de rede social para o marketing jurídico.

TikTok, Instagram, YouTube, Facebook, WhatsApp, LinkedIn, Google Ads.

Mais importante do que saber qual rede social o advogado pode utilizar, é saber como ele fará o uso dessa rede.

 

Importância do marketing para o advogado

Importância do marketing para o advogado

O marketing jurídico digital é fundamental para um advogado que está ingressando no mercado, ou para aqueles que querem reinventar sua atuação.

É importante destacar que esse marketing funciona de modo diferente dos demais.

Primeiramente, a diferença reside no fato de que a OAB impõe uma série de regras que os advogados precisam observar com cautela.

Em segundo lugar, temos diferenças com relação as estratégias de marketing utilizadas.

O advogado irá trabalhar, essencialmente, o chamado marketing de conteúdo.

Lembra-se do que falamos sobre o tipo de conteúdo que a OAB permite? Ele deve ser informativo e educativo.

Embora possa não parecer tão positivo, é algo essencial para a imagem e autoridade de um escritório de advocacia.

Assim, quando o profissional produz conteúdo de qualidade, ele acaba passando bastante confiança para os seus usuários.

Uma ótima forma de demonstrar que domina aquele tema.

Além disso, através do marketing de conteúdo podemos fortalecer a imagem do escritório, aumentando sua autoridade.

E, quanto mais o advogado é visto por outras pessoas, mais ele poderá atrair novos clientes e fidelizar os já existentes.

O mercado, em 2022, é extremamente concorrido. No mundo da advocacia, a concorrência é ainda maior.

Seu nome e seu trabalho precisam ser levados até outras pessoas pois, caso contrário, dificilmente conseguirá se manter.

 

Conheça algumas ferramentas para auxiliar no seu Marketing Jurídico

Investir no marketing jurídico não necessariamente implica em ter mais gastos.

Podemos fazer um bom marketing explorando uma série de ferramentas e programas que a Internet e as redes sociais nos oferecem.

Quer um exemplo bem simples?

Com a plataforma Canva (disponível na versão gratuita e paga), você pode produzir conteúdo de qualidade, criando posts incríveis.

No Canva, temos uma série de ferramentas criativas a nossa disposição, tudo para permitir que a informação chegue de forma mais lúdica ao usuário.

Para além disso, podemos destacar como ferramentas importantes as redes sociais. Facebook, Instagram, LinkedIn, TikTok, YouTube.

Mais abaixo falaremos melhor sobre o uso dessas redes.

Ainda, se quer investir em um site ou blog, temos plataformas como o WordPress e Wix.

Há ferramentas específicas para finalidades específicas. Confira:

  • Ferramentas para ajudar a otimizar e melhorar o SEO: Yoast SEO, Ubersuggest e SEMRush;
  • Ferramentas para automatizar o Marketing: HubSpot e RD Station;
  • Ferramentas para gerenciar novas oportunidades e contatos: RD Station CRM, HubSpot CRM e Pipedrive;
  • Ferramentas para gerenciar redes sociais: Hootsuite e Mlabs.

 

Veja a melhor forma de captar clientes no Marketing Jurídico

Veja a melhor forma de captar clientes no Marketing Jurídico

Para alavancar sua captação de clientes, precisamos de algo mais que vá além de produzir conteúdo e estar presente nas redes.

É necessário focar em algo que, no mundo do comércio, chamamos de “experiência do cliente”.

A forma como o cliente vivencia o seu produto/serviço, desde o começo até o final da jornada do cliente, faz toda a diferença para a fidelização.

Por isso, o primeiro passo é focar no atendimento humanizado e com o máximo de empatia.

Quando uma pessoa busca por um advogado, independente da área, é porque ela está com um problema que precisa ser resolvido.

Ela tem uma demanda e precisa que o profissional a escute.

O seu cliente precisa sentir que você realmente está ali para ele, buscando compreendê-lo e correndo atrás da melhor solução possível.

Outra estratégia simples é investir nas mensagens automáticas. Um meio de fazer com que o cliente sinta-se acolhido rapidamente, sem aguardar longas horas ou dias.

Quanto mais bem direcionadas essas mensagens, além de facilitar a vida do cliente, também facilita a vida do próprio advogado.

Juntamente a isso, vem outro ponto fundamental: a rapidez no atendimento.

Mesmo que utilize as mensagens automáticas, é importante que seja eficiente para visualizar e responder o cliente.

Isso porque, se não fizer isso, certamente outro advogado fará.

A constância nas redes sociais e na Internet é um elemento forte na captação de clientes. Não adianta aparecer por 1 dia e sumir por dois meses.

Precisamos alimentar as redes sociais, sites e blogs com frequência.

 

Erros mais comuns no Marketing Jurídico

  • Misturar o perfil pessoal do advogado com o perfil profissional do escritório;
  • Não manter a constância nas redes sociais, no site e/ou blog;
  • Postar com pouca frequência;
  • Não definir uma persona e mirar em públicos-alvo muito distintos;
  • Não se atentar as regras instituídas pela OAB;
  • Não investir na identidade visual;
  • Postar conteúdos que tenham forte apelo para a captação de clientes e/ou venda de seus serviços (isso é terminantemente proibido pela OAB);
  • Não explorar as ferramentas para aperfeiçoar o SEO ou demais ferramentas;
  • Criar conteúdos de forma desregulada, sem um cronograma ou sem saber se aquele conteúdo é relevante para o seu público.

 

Quais as melhores redes sociais para advogados?

O advogado não precisa estar presente em todas as redes sociais existentes.

É muito mais eficiente selecionar as redes sociais que pretende utilizar e concentrar seus esforços nelas.

Até mesmo porque o gerenciamento de redes sociais demanda tempo, organização e criatividade. Não é algo complexo, mas é algo que precisa de nossa atenção.

Agora, há outro ponto que precisamos avaliar com atenção: nem toda rede social vai ser adequada para qualquer advogado.

Precisamos estar presentes nas redes que nossos clientes estão.

Se o seu público-alvo utiliza muito o Instagram, então não faz sentido dedicar mais tempo para o TikTok.

Entendeu?

Mas, hoje, de uma forma geral, as redes sociais que os advogados costumam investir mais são:

  • Instagram;
  • TikTok;
  • WhatsApp;
  • LinkedIn

Leia também o nosso artigo “Instagram do advogado – Veja dicas para bombar sua rede social!

Além disso, se gosta de produzir conteúdos mais extensos e gosta de escrever, muitos advogados estão escrevendo para a plataforma Jusbrasil.

É uma oportunidade para que também trabalhe a sua rede de contatos no meio advocatício – o famoso networking.

 

Conclusão

Neste artigo, acabamos de conhecer melhor o marketing jurídico digital.

A OAB permite sim que o advogado trabalhe a publicidade e o marketing. Contudo, precisamos fazer isso com cautela.

Mais do que isso, para que o marketing traga bons resultados para você, precisamos utilizar as ferramentas e as redes sociais de forma eficiente.

Uma grande parte do marketing engloba proporcionar ao cliente uma excelente experiência. Desde o primeiro contato até o final da jornada dele com você.

Para garantir isso, o segredo não está em investir em plataformas caras ou em anúncios pagos. Ao contrário, podemos assegurar um ótimo atendimento e conteúdo sem gastar quase nada.

 

Gostou de conhecer melhor o marketing jurídico digital? Ficou alguma dúvida? Caso tenha ficado, clique aqui e entre em contato conosco para esclarecermos.

Compartilhe o post

× Falar pelo WhatsApp